A velhice bem sucedida

Dicas para uma vida saudável
27 de março de 2017

A velhice bem sucedida

A velhice bem sucedida depende do desejo e da orientação do idoso para convergir esforços na seleção de funções prioritárias à sua adaptação ao contexto em que vive, de acordo com suas capacidades biológicas, suas habilidades e motivações, respeitando o equilíbrio entre seus limites e suas potencialidades.

Ao identificar os seus limites as pessoas podem mudar de comportamento ou selecionar de que forma as suas atividades contribuirão para o seu bem estar. “A velhice é, antes, um processo contínuo de reconstrução” (DEBERT, 2004, p. 95).

Tanto as pessoas quanto o ambiente mudam com o tempo, e o mesmo deve acontecer à tecnologia aplicada à infraestrutura do local. Cada indivíduo é único e tem a sua própria maneira de enfrentar os desafios e as situações que se apresentam.

Dentre os fatores de bem-estar psicológico dos idosos, ressalta-se a importância de se manter o convívio social, a interação com pessoas conhecidas ou não, a comunicação, a aceitação pelo grupo, a valorização da opinião em conversas e a importância de sentir-se seguro para utilizar o espaço em que esteja.

Andréa H. Pfützenreuter, Dra. Arq.